19/12/2019 às 17:58 - Atualizado em 19/12/2019 às 17:58

COMUNICADO OFICIAL

Com relação à abordagem dos fiscais da Secretaria de Planejamento da Prefeitura de Blumenau a uma vendedora ambulante na manhã desta quinta-feira, dia 19, na Rua XV de Novembro, o SINDILOJAS Blumenau reitera seu total apoio à atividade de fiscalização realizada.

A pessoa abordada pelos fiscais é reincidente e sabe que, pela legislação, não pode vender seu produto da maneira como faz. O SINDILOJAS respeita e defende, sim, os interesses dos comerciantes legalizados junto aos órgãos públicos municipais, estaduais e federais – inclusive os ambulantes.

Mas jamais vai defender os que não pagam nenhum tributo, concorrendo deslealmente. Estes sim deverão ser fiscalizados. De acordo com estimativa da Fazenda estadual, a sonegação tem um impacto de R$ 10 bilhões ao ano nos cofres do governo.

É dinheiro que deveria estar sendo utilizado pelo poder público para melhorar a infraestrutura e a nossa qualidade de vida. A sonegação retira dinheiro, por exemplo, de hospitais como o Santo Antônio e o Santa Isabel, que poderiam receber mais recursos para o atendimento a seus pacientes.

Quem faz comércio de maneira ilegal também concorre de modo desleal com os comerciantes que pagam seus alvarás, impostos e taxas. Prejudica o faturamento do comércio legalizado, com impacto até mesmo na geração de empregos e na retomada da economia do país.

Problemas com a imagem

Sobre o Sindicato

Sindicato do Comércio Varejista de Blumenau

  • Endereço:
    Rua Eugen Fouquet, 133 - Victor Konder
  • CEP: 89012-140
  • Processo: 349
  • Telefone(s): (47) 3221-5750 / (47) 99971-0940
    Fax:
  • Email contato: sindilojas@sindilojasblumenau.com.br
  • Presidente:
    EMÍLIO ROSSMARK SCHRAMM