07/11/2018 às 09:18 - Atualizado em 07/11/2018 às 10:30

Delegado Regional Egidio Ferrari participa do Café com Ideias na Casa do Comércio

O SINDILOJAS Blumenau recebeu na manhã desta terça-feira, dia 06, no auditório Arno Buerger, o novo delegado regional de Blumenau, Egidio Maciel Ferrari. Nomeado no último dia 11 de setembro, ele participou do Café com Ideias, conversa informal que tem levado personalidades, empresários e autoridades mensalmente à Casa do Comércio.
 
Para um público formado por empresários, jornalistas, lideranças políticas e empresariais da cidade, o delegado regional falou sobre os principais desafios para o melhor trabalho da Polícia Civil na região.
 
Natural de Blumenau e formado em Direito pela Furb, está na corporação desde 2011, com passagens também pelas comarcas de Curitibanos e Gaspar. Entre novembro de 2016 e setembro deste ano, esteve na Divisão de Investigação Criminal de Blumenau. Agora, no comando da Delegacia Regional, explicou que o foco tem sido melhorar as condições de trabalho dos policiais civis.
 
"Meu papel é dar condições para eles poderem executar seu trabalho. Se eu der condições, eu posso cobrar do policial depois", afirmou.
 
Segundo Ferrari, a questão de espaço físico é hoje fundamental para que a Polícia Civil possa realizar um melhor trabalho. "Temos o caso da 1ª e da 2º delegacias, que estão em prédios a meu ver não adequados não apenas para os agentes, como para o atendimento ao público. A 1ª DP, por exemplo, tem um problema sério de acessibilidade", destacou.
 
Com a desativação das Agências de Desenvolvimento Regional (ADRs) prometida pelo governador eleito Coronel Moises, o delegado regional revelou que já pleiteia a sede da Agência de Blumenau, na Rua Braz Wanka (Vila Nova), para receber a DIC, a Central de Polícia e a Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso.
 
Questionado sobre como a população pode contribuir para a melhoria do trabalho policial, Ferrari pediu que lojistas e o público em geral demonstrem maior interesse e participem ativamente das discussões sobre segurança pública. "Tem que participar, cobrar dos deputados e dos vereadores, procurar saber por que um serviço não funciona como devia ou por que alguma iniciativa não está acontecendo.
 
Sou chamado para eventos ou reuniões, como as dos Consegs, nos quais a participação é aberta a todos, e muitas vezes o interesse é baixo. Quando o agente da segurança pública é cobrado, tem interesse em melhorar", complementou.
 
essa2.jpg
essa3.jpg
essa4.jpg
Problemas com a imagem

Sobre o Sindicato

Sindicato do Comércio Varejista de Blumenau

  • Endereço:
    Alameda Rio Branco, 165 - 2º andar - Casa do Comércio - Jardim Blumenau
  • CEP: 89010-300
  • Processo: 349
  • Telefone(s):(47) 3221-5750 / 99971-0940
    Fax:(47) 3221-5750
  • Email contato: sindilojas@sindilojasblumenau.com.br
  • Presidente:
    EMÍLIO ROSSMARK SCHRAMM